Nome: Jéssica Correia
Idade: 22 anos
Clipe favorito: I Miss The Misery
Música favorita ao vivo: Familiar Taste Of Poison e Here's To Us
Momento mais marcante do show: O show todo foi muito marcante, em Here's To Us senti como se aquilo fosse, não um show, mas uma reunião de bons amigos curtindo uma noite juntos e se divertindo juntos. Mas, se tiver que escolher um único momento, citaria Break In, a emoção da Lzzy no final da música foi algo indescritível, algo que vai além da explicação humana. Chorei igual bebê!

Depoimento:
Não tenho muito como explicar o que foi esse show pra mim, aliás, ainda não inventaram palavras que possam descrever o que senti aquele dia. Quando fiquei sabendo que o Halestorm viria para São Paulo não pude conter minha alegria. Contei os dias até que finalmente comprei os ingressos (acho que fui uma das primeiras pessoas a comprar via internet). Alguns dias depois fui surpreendida com a venda do Meet & Greet com a banda e não hesitei em comprar (confesso que li, pelo menos, umas dez vezes as explicações sobre o M&G pois não acreditava que realmente era verdade). A partir daí, a ansiedade só aumentava, eu não conseguia mensurar que, além de vê-los ao vivo, iria conhecer eles, chegar perto deles, abraçar eles.
Quando chegou o grande dia, borboletas do tamanho de búfalos tomaram conta do meu estômago. Cheguei ao Carioca Club um pouco antes das 15h, peguei meus ingressos e fiquei aguardando. As horas não passavam e eu não sabia mais o que fazer para me distrair; dei umas 15 voltas na fila, conferi umas 200 vezes se meus documentos para o M&G estavam corretos, assinei a bandeira do HBR (bandeira linda, diga-se de passagem) e comi... comi, comi e comi... sabe como é, ansiedade faz a gente ter fome, e não podemos ignorar os apelos de nosso estômago, certo?! Após algumas horas (que mais pareciam meses) uma van chegou e todos começaram a se agitar; eu pensei "não são eles... eles não iriam entrar por aqui", mas eram eles, simples, sorridentes, simpáticos, amáveis e lindos. Chegaram esbanjando sorrisos, acenando para nós, tão perto, tão real; alguns minutos depois, Joe surpreende a todos saindo para tirar fotos e dar autógrafos, ali, na nossa frente, sem uma barreira de seguranças impedindo, só ele lá, sorrindo, acenando, tirando fotos, abraçando, sendo lindo e simpático como ninguém, nada igual qualquer outro show que eu tenha ido; ok, a ficha estava começando a cair!
Mais alguns minutos de espera e finalmente nos chamaram para o M&G. Entramos, formamos uma fila e ficamos aguardando. De repente, eles surgem na nossa frente; eles estavam realmente ali, era mesmo o Halestorm, era real e meu coração disparou. Quando estava quase na minha vez, um dos seguranças me perguntou "E ai, ansiosa?", eu respondi "Nossa, e como! É uma emoção grande né, conhecer seus ídolos!" e ele respondeu "É mesmo, ainda mais eles que são super simpáticos. Olha, já trabalhei com muita banda, mas gente boa como eles eu nunca tinha visto! São humildes, super simpáticos, educados com todo mundo, todos eles, sem exceção. E a Lzzy, nossa ela é a mais simpática de todos, um amor de pessoa, você vai ver!", e quando percebi, era minha vez e o segurança finalizou "Vai lá, aproveita!", e eu fui. Daqui em diante não consigo explicar o que se passou comigo, a emoção que senti naquele momento foi algo que não pode ser descrito em palavras. Eu me lembro de poucas coisas, lembro que estava com um sorriso estúpido no rosto, daqueles de criança quando ganha o melhor presente de Natal do mundo; lembro que entreguei uma carta que uma amiga havia me pedido para levar para Lzzy, consegui dizer "My friend ask me to give you this" e ela respondeu com um sorriso enorme e uma carinha de emocionada com um "Awn, thank you honey! Thank you!"; lembro de dizer ao Arejay "Can I give you a hug?" e ele responder "SURE!", deu a volta na mesa que estava a sua frente e me abraçou (eu parecia uma anã perto dele, que vergonha hahahaha); lembro de mal deixar o Joe e Josh falarem hahahaha... Joe foi se apresentar, "Hi I'm Jo..." e eu logo o cortei com um abraço e um "HI JOE!", ele riu e me deu um abraço forte, e o mesmo aconteceu com Josh, mal deixei ele se apresentar e já fui logo pulando dizendo "HI JOSH", e ele também me abraçou forte e disse "HELLO"; perguntei se eles estavam ansiosos e eles todos disseram "Sim, estamos. Muito ansiosos.". Mas o momento mais especial, sem dúvidas, foi a Lzzy. Não consigo me lembrar de muita coisa que disse pra ela (e confesso que tenho até medo de ter sido antipática ou algo assim), pois a emoção foi grande, MUITO grande; me lembro de te-la abraçado forte e de, no momento que a abracei, ter me dado um nó na garganta e uma vontade muito grande de chorar, mas consegui me controlar para não fazer "feio" na frente deles. Acredito que, no momento em que abracei Lzzy, meu coração parou por alguns segundos, senti uma gratidão tão grande vindo dela, como se, a cada olhar, ela nos agradecesse por todo o carinho e por estamos tornando aquele dia especial pra eles; mal sabia ela que eles estavam fazendo daquele dia, o mais especial de nossas vidas (ou, pelo menos, da minha). Saí de lá desejando a eles um ótimo show e todos respondendo "Thank you! Bye bye, see you out there!" e, a última coisa que eu me lembro do M&G, foi Lzzy dizendo "Bye sweetheart!". Depois daquilo, fiquei tremendo por, pelo menos, 40 minutos e repetindo igual boba "Cara eu não to acreditando, eu abracei eles, eu falei com eles e eles são tão lindos, tão simpáticos, tão bonzinhos, tão cheirosos. E a Lzzy? Gente que mulher linda, fofa, simpática! O Joe, o Josh, meu Deus, abracei o Arejay. Não to acreditando!" (e quando eu digo que fiquei repetindo, é por que fiquei repetindo MESMO, várias e várias vezes a mesma coisa, igual vitrola quebrada).
Quando ao show, não tenho muito o que dizer, os vídeos falam por si. O público foi incrível, assistir o show na grade (o primeiro show que eu fiquei na grade) é indescritível! Ver os olhinhos da Lzzy marejados depois de "Freak Like Me", ver ela segurando a emoção durante o show inteiro, depois vê-la desabar em "Break In" (o que me fez desabar junto), ver eles todos tirando fotos, filmando (Joe filmou "Break In" inteira com o celular), ver a gratidão e o sorriso deles a todo momento, nada disso tem preço e nada disso pode ser explicado. Só quem sente/sentiu sabe o que é e como é e, para cada pessoa, o sentimento foi diferente, a emoção foi diferente. Posso apenas dizer que, para mim, o dia 16 de Junho de 2013 está marcado como um dos melhores dias da minha vida! Só tenho a agradecer à Liberation por tê-los trazido para o Brasil, ao HBR pelas campanhas feitas e demostrações de carinho que ajudaram a chamar a atenção dos produtores e, é claro, ao Halestorm, por todo o amor e carinho que têm conosco, por não nos ignorarem e dedicarem alguns minutinhos de seus dias a nos responderem em suas redes sociais, por serem uma banda tão próxima dos fãs e por nos permitirem serem próximos deles e, por último, porém não menos importante, por terem feito daquele domingo um dia mágico, encantador e inesquecível... pelo menos para mim!

Arejay, Joe, Josh e minha linda e querida Lzzy... eu amo vocês, muito! Obrigada por tudo! =)
Fotos:




 

Categorias:
Comentários